Visita Apostólica do Papa Francisco à América Latina e sua Importância

O papa Francisco parte amanhã, dia 5 de julho, para sua segunda viagem como líder máximo da Igreja para o continente americano. A primeira visita foi ao Brasil, em 2013, na Jornada Mundial da Juventude. Esta é, portanto, a primeira vez que Bergoglio vem a América Latina para uma visita oficial sem a prerrogativa de outros compromissos já agendados antes de sua eleição.

O que ela significa? Qual a sua importância?

Francisco, chamado por si mesmo como o “papa do fim do mundo”, decide regressar ao seu continente de origem para visitar Equador, Bolívia e Paraguai. Não visita sua terra natal, mas escolhe passar por três países de inegável tradição católica, por sua colonização espanhola, mas também marcados pela pobreza e pelo esquecimento. O pontífice deverá agudizar suas críticas sociais, especialmente nas visitas já programadas em um hospital e penitenciária no Paraguai, além da participação no 2º Encontro Mundial dos Movimentos Sociais e Populares em Santa Cruz, Bolívia. Para o pontífice, a prática cristã deve propiciar a justiça social em todos os níveis e isso será mais vez reforçado através de suas palavras, mas, principalmente, de seus gestos.

Outro aspecto que deverá ser destaque do papa argentino, e que por muitos anos foi negligenciado pela Igreja, é a questão das devoções populares. Bergoglio é instintivamente um homem de devoção, seus gestos, reverências e beijos à imagens, relíquias e devocionários é uma marca de seu pontificado. Suas visitas e celebrações no Santuário da Divina Misericórdia (Equador) e no Santuário Caacupé, de devoção mariana, resgatam essa particularidade da fé católica trazida ao continente por portugueses e espanhóis.

Abaixo, veja o cronograma da visita (com os horários em relação à Brasília) e os emblemas da visita nos três países.

Domingo, 5 de julho (Equador)
17h – Cerimônia de Boas-Vindas no Aeroporto Internacional de Quito

Segunda-feira, 6 de julho (Equador)
13h15 – Santa Missa no Santuário da Divina Misericórdia
21h – Visita ao Presidente equatoriano Rafael Correa
22h10 – Visita à Catedral de Quito

Terça-feira, 7 de julho (Equador)
11h – Encontro com os bispos do Equador
12h30 – Santa Missa no Parque Bicentenário
18h30 – Encontro com o mundo estudantil e universitário
20h – Encontro com a Sociedade Civil

Quarta-feira, 8 de julho (Equador – Bolívia)
12h30 – Encontro com o clero, religiosos, religiosas e seminaristas
17h15 – Cerimônia de Boas-vindas no Aeroporto de La Paz
20h – Encontro com as autoridades civis na Catedral de La Paz

Quinta-feira, 9 de julho (Bolívia)
11h – Santa Missa na Praça do Cristo Redentor
17h – Encontro com o Clero
18h30 – Participação no 2º Encontro Mundial dos Movimentos Populares

Sexta-feira, 10 de julho (Bolívia – Paraguai)
10h30 – Visita à Penitenciária de Palmasola
19h45 – Encontro com as autoridades civis do Paraguai

Sábado, 11 de julho (Paraguai)
9h30 – Visita ao Hospital Pediátrico “Niños de Acosta Ñu”
11h30 – Santa Missa no Santuário de Caacupé
17h30 – Encontro com a sociedade civil no Estádio León Condou
19h15 – Vésperas com os bispos, sacerdotes, religiosos, religiosas e seminaristas

Domingo, 12 de julho (Paraguai)
9h15 – Visita à população de Bañado Norte
11h – Santa Missa no campo de Ñu Guazú
18h – Encontro com os jovens na Beira-Rio “Costanera”.

Autor: Thiago Caminada

Jornalista, Mestre em Jornalismo (UFSC). Coordenador do "Olhar Vaticano". Assessor de comunicação, servidor público de carreira.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s