A foto mostra o papa Francisco no primeiro plano à direita. Com as vestes litúrgicas brancas o papa lê sua homilia. Ao fundo, a arquibancada do estádio lotada.

Francisco nos Emirados Árabes: viver as bem-aventuranças nos dias de hoje

Em um estádio lotado pela minoria cristã dos Emirados Árabes, o Papa Francisco presidiu em Inglês a única missa de sua viagem apostólica, nesta terça-feira (05). Na homilia em Italiano, o Santo Padre foi traduzido para Árabe e expressou: “a alegria de vos encontrar é a palavra que vim dizê-los”.

“Vim também para vos agradecer pelo modo como viveis o evangelho”, disse o Papa aos cristãos em Abu Dhabi. O destaque para o respeito e o diálogo entre as religiões foi novamente destacado, assim como no encontro de segunda-feira. Francisco classificou como uma “jubilosa polifonia da fé, é um testemunho que dais a todos e que edifica a Igreja”. Evocou o amor do Espírito Santo à harmonia e diversidade com que vivem os fiéis árabes. “Peço a graça de preservar a paz, a unidade, de cuidar uns dos outros numa bela fraternidade, onde não haja cristãos de primeira classe e de segunda”, orientou o Santo Padre.

Francisco refletiu sobre as bem-aventuranças proclamadas no evangelho para os 125 mil fiéis no  Zayed Sports City e outros milhares que acompanharam a missa por telões ao redor do estádio. “Para Jesus, felizes são os pobres”, destacou Francisco sobre a contradição entre a proposta de Cristo e a felicidade do mundo.

Para Francisco, viver como “felizes” não é estar sempre alegre, mas também suportar as dificuldades do caminho. As bem-aventuranças são um mapa de vida para todos “não são para super-homens” e “não requer gestos fulgurantes”, mas propõe uma “santidade da vida diária”, disse o Papa.

Depois da homilia, católicos de diferentes regiões do oriente rezaram as preces da comunidade em diferentes línguas do oriente Coreano, Konkani e Malayalam (línguas faladas na Índia), Tagalog (língua das Filipinas), Urdu (Paquistão) e também em Francês. Eles pediram a Deus pela paz, pelo Papa, bispos, governantes, autoridades, imigrantes, trabalhadores, doentes e mortos.

O Papa Francisco participou do Encontro Inter-Religioso sobre a Fraternidade Humana, em Abu Dhabi, na segunda-feira (04). No Memorial do Fundador, o Pontífice discursou e, junto do Grande Imã de Al-Azhar xeque Ahmed al-Tayeb, assinou o Documento sobre a fraternidade humana pela paz mundial e a convivência comum. Ainda na terça, Francisco retorna para o Vaticano.

Relembre a cobertura do Olhar Vaticano sobre a viagem aos Emirados Árabes Unidos.

Estamos no InstagramFacebookTwitter e site.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s