Resenha: Francisco de Assis e Francisco de Roma: uma nova primavera na Igreja?, de Leonardo Boff

As ideias de um teólogo renegado

A eleição de Jorge Bergoglio como papa e a escolha do nome de Francisco motivou o controverso e renegado teólogo brasileiro Leonardo Boff a escrever mais uma vez sobre a Igreja Católica. De notória capacidade intelectual, Boff liderou a chamada Teologia da Libertação, vertente teológica muito difundida na América Latina nas décadas de 1970 e 1980. Como padre e religioso pediu afastamento em 1992, prestes a receber outra advertência pública da Congregação da Doutrina da Fé pelo então cardeal Joseph Ratzinger (futuro Bento XVI), deixando a Ordem dos Frades Menores (Franciscanos). Por isso, apesar de toda a polêmica envolvendo sua trajetória, Boff é alguém interessante a se ouvir quando sobe ao trono de Pedro um bispo latino-americano, que escolhe o nome de Francisco e, assim como ele, teve formação teológica em escolas alemãs.

 Porém, as semelhanças e coincidências entre o brasileiro ex-franciscano e o argentino jesuíta param por aí. Enquanto que Jorge Bergoglio é um exímio padre da Companhia de Jesus, devoto da obediência, Leonardo Boff é dissidente da Ordem Franciscana, fortemente conhecido por sua personalidade crítica e questionadora. E ainda, enquanto o primeiro é um padre de paróquia, um pastor em meio ao povo, o outro tem perfil mais especulativo e científico, um teólogo. Por fim, Bergoglio foi um forte crítico da Teologia da Libertação na Argentina.

Leia também: Resenha: Pode me chamar de Francisco, série Original Netflix

Entre tantas similaridades e tantos distanciamentos, Boff responde positivamente à indagação estampada na capa do livro: uma nova primavera na Igreja? Para o autor, pouco importa se Francisco é ou deixa de ser um simpatizante de sua corrente teológica, o que lhe interessa é que o novo papa “presidirá na caridade”. Fazendo a comparação entre os dois “Franciscos”, o brasileiro acerta em cheio na projeção do pontificado voltado à preocupação com os menos favorecidos. Outra questão levantada acertadamente por Boff é a preocupação com a ecologia, tema da primeira encíclica lançada pela papa (leia sobre a Laudato Si). De fato, essas são as duas questões mais populares na biografia e devoção de pobrezinho de Assis e confirmadas no pontificado do, chamado pelo autor, Francisco de Roma.

O livro tem um caráter ensaístico e exagera em alguns pontos. Em certos momentos, o autor faz-nos acreditar que o papa terá poder de implantar grandes reformas na estrutura da Igreja. O que Francisco até vem tentando no Vaticano, mas sem sucesso. Boff defende a total reestruturação e descentralização da Cúria Romana e outras mudanças doutrinárias no curso da Igreja. O autor se esquece de que para isso seria necessário que o papa reformasse as mentes e corações dos líderes da Igreja, além da necessidade de um longo pontificado para que essas transformações pudessem amadurecer. Apesar disso, vale a leitura da obra para se compreender a visão ideal de Igreja do renegado teólogo e intelectual Leonardo Boff.

Trazido ao público por uma editora nova no mercado, a diagramação do livro é satisfatória. Criada em 2005, a Mar de Ideias – Navegação Cultural edita outros títulos de Boff. O Sumário nas primeiras páginas tem pouco espaçamento e a ideia de duas capas (como se pode ver na imagem no início do texto) é original, mas pode confundir o leitor. Assim como o livro, a brochura faz um paralelo entre São Francisco de Assis em uma gravura e o Papa Francisco em foto. Um exercício constante de projeção das ideias do pontífice e de regressão à figura do santo de Assis.

FICHA TÉCNICA
Título: Francisco de Assis e Francisco de Roma: uma nova primavera na Igreja?
Autor: Leonardo Boff
Editora: Mar de Ideias Navegação cultural
Ano: 2013 (1ª Edição)
Páginas: 80

Autor: Thiago Caminada

Jornalista, Mestre em Jornalismo (UFSC). Coordenador do "Olhar Vaticano". Assessor de comunicação, servidor público de carreira.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s