A foto mostra os cardeais de batina vermelha na basílica na celebração da Paixão. Ao fundo está o frei capuchinho proferindo a homilia. Ao lado está o papa Francisco.

Semana Santa: A Páscoa é a festa de todos os pobres e excluídos

Às três da tarde de Roma, o Papa Francisco presidiu a Celebração da Paixão do Senhor, na Basílica São Pedro, nesta Sexta-Feira Santa (19). A celebração foi marcada pelo característico silêncio. Depois da tradicional narrativa da Paixão, a pregação sobre os sofrimentos de Cristo na cruz foi conduzida pelo Padre Raniero Cantalamessa, Frei Capuchinho pregador pontifício desde 1980.

Na homilia o pregador da casa pontifícia motivou os fiéis para “contemplar o crucificado como protótipo de todos os rejeitados, deserdados e descartados da terra”. Cantalamessa destacou que a dimensão social da Paixão não é a mais importante que a espiritual, mas é a mais universal em que “todos os crentes e não crentes podem aceitar”. “Pobres, excluídos, pertencentes as diversas formas de escravidão na sociedade, a Páscoa é a vossa festa!”, exclamou o frei italiano.

“Na sua cruz, Jesus torna-se o emblema de toda essa humanidade rejeitada”, disse o capuchinho, “durante toda sua vida Jesus tem sido um deles”. Cristo representa todos os homens e mulheres rejeitados deste mundo.

Padre Raniero Cantalamessa criticou o abismo social: “Nenhuma religião pode ficar indiferente a isso”, afirmou. Para ele, além da trabalhar pela paz, a missão mais importante das religiões na atualidade é “não ficar em silêncio perante os espetáculos diante dos olhos de todos” no qual existem “poucos privilegiados e massas intermináveis que não têm um pedaço de pão e um gole de água para seus filhos”.

O frei capuchinho encerrou ao dizer sobre a particularidade do sofrimento de Jesus. “O evangelho diz que o crucificado ressuscitou”, dessa forma aconteceu uma inversão dos papéis. Para Raniero Cantalamessa, “a última palavra não foi da injustiça e da opressão”.

A celebração seguiu com a Oração Universal conduzida pelo Papa Francisco. Por fim, a exaltação a Santa Cruz, a distribuição da eucaristia e o encerramento do ato litúrgico.

Ainda hoje, o Papa Francisco presidirá a Via-Sacra no Coliseu. Sábado (20) será a Vigília Pascal e, no Domingo de Páscoa, o Santo Padre preside a missa da ressurreição e concede a benção Urbi et Orbi.

O Olhar Vaticano segue os passos da Papa Francisco na Semana Santa. Acompanhe nossa cobertura no InstagramFacebookTwitter e site.

A foto tem o frei Cantalamessa no ambão da palavra com sua característica batina marrom de capuchinho.
Frei Raniero Cantalamessa. Créditos: Vatican Media.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s