Semana Santa: A Páscoa é a festa de todos os pobres e excluídos

Às três da tarde de Roma, o Papa Francisco presidiu a Celebração da Paixão do Senhor, na Basílica São Pedro, nesta Sexta-Feira Santa (19). A celebração foi marcada pelo característico silêncio. Depois da tradicional narrativa da Paixão, a pregação sobre os sofrimentos de Cristo na cruz foi conduzida pelo Padre Raniero Cantalamessa, Frei Capuchinho pregador pontifício desde 1980.

Na homilia o pregador da casa pontifícia motivou os fiéis para “contemplar o crucificado como protótipo de todos os rejeitados, deserdados e descartados da terra”. Cantalamessa destacou que a dimensão social da Paixão não é a mais importante que a espiritual, mas é a mais universal em que “todos os crentes e não crentes podem aceitar”. “Pobres, excluídos, pertencentes as diversas formas de escravidão na sociedade, a Páscoa é a vossa festa!”, exclamou o frei italiano.

“Na sua cruz, Jesus torna-se o emblema de toda essa humanidade rejeitada”, disse o capuchinho, “durante toda sua vida Jesus tem sido um deles”. Cristo representa todos os homens e mulheres rejeitados deste mundo.

Padre Raniero Cantalamessa criticou o abismo social: “Nenhuma religião pode ficar indiferente a isso”, afirmou. Para ele, além da trabalhar pela paz, a missão mais importante das religiões na atualidade é “não ficar em silêncio perante os espetáculos diante dos olhos de todos” no qual existem “poucos privilegiados e massas intermináveis que não têm um pedaço de pão e um gole de água para seus filhos”.

O frei capuchinho encerrou ao dizer sobre a particularidade do sofrimento de Jesus. “O evangelho diz que o crucificado ressuscitou”, dessa forma aconteceu uma inversão dos papéis. Para Raniero Cantalamessa, “a última palavra não foi da injustiça e da opressão”.

A celebração seguiu com a Oração Universal conduzida pelo Papa Francisco. Por fim, a exaltação a Santa Cruz, a distribuição da eucaristia e o encerramento do ato litúrgico.

Ainda hoje, o Papa Francisco presidirá a Via-Sacra no Coliseu. Sábado (20) será a Vigília Pascal e, no Domingo de Páscoa, o Santo Padre preside a missa da ressurreição e concede a benção Urbi et Orbi.

O Olhar Vaticano segue os passos da Papa Francisco na Semana Santa. Acompanhe nossa cobertura no InstagramFacebookTwitter e site.

A foto tem o frei Cantalamessa no ambão da palavra com sua característica batina marrom de capuchinho.
Frei Raniero Cantalamessa. Créditos: Vatican Media.

Autor: Thiago Caminada

Jornalista, Mestre em Jornalismo (UFSC). Coordenador do "Olhar Vaticano". Assessor de comunicação, servidor público de carreira.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s